Febre Amarela: saiba mais sobre essa doença e como evitá-la  

 

vacina

Muito tem se falado sobre a febre amarela atualmente. Você sabe o que é essa doença? Como se transmite? Quais os sintomas ? E o tratamento? Informe-se sobre as principais dúvidas e compartilhe essas importantes informações de utilidade pública.

 
– O que é a febre amarela?
A febre amarela é uma doença infecciosa causada por um vírus e transmitida por mosquitos: Aedes aegypti (em áreas urbanas) e o Haemagogus (em áreas rurais). O mosquito é infectado ao picar uma pessoa ou animal que tenha a doença e, a partir daí, passa a ser um transmissor e passa a infectar a pessoa ou o animal que ele picar. A doença não é contagiosa.

– Sintomas
Normalmente o vírus causa sintomas em pessoas que nunca tiveram a doença ou que não tomaram a vacina contra febre amarela. Os principais sintomas são a febre, dores musculares, perda de apetite, dor de cabeça, náuseas, fadiga, fraqueza. Esse mal-estar costuma durar cerca de 3 dias. Em casos mais graves, o vírus pode atingir diversos órgãos e sistemas, mas principalmente o fígado e rins. Nesta situação, podem ocorrer sangramentos, a pele fica amarelada, a urina escura, levando o paciente a um estado de delírio, convulsões, até entrar em coma. Ao aparecimento de qualquer sintoma, a pessoa deve buscar ajuda médica imediatamente para dar início ao tratamento adequado (a doença pode ser confundida com malária, leptospirose, hepatite viral e dengue hemorrágica). Caso o médico suspeite de febre amarela, é feito um exame de sangue para detectar a presença do vírus no organismo da pessoa, e assim, proceder ao tratamento correto.

 
– Tratamento
Não existe medicamento para combater o vírus da febre amarela. O tratamento requer cuidados com o paciente. Dependendo da gravidade, deve ser internado para permanecer em repouso e repor as perdas de líquidos e sanguíneas.Devido ao risco da doença se desenvolver de forma hemorrágica, é importante evitar o uso de aspirina.

 
– Fatores de risco
Pessoas que nunca entraram em contato com a febre amarela ou nunca se vacinaram contra ela correm o risco de contrair a doença ao viajarem para locais em que a doença é ativa, mesmo que não haja casos recentes reportados nestas regiões.

– Prevenção
A vacinação é considerada pela Organização Mundial da Saúde a forma mais importante de prevenir a febre amarela. Nas áreas endêmicas (onde foram detectados casos da doença), a vacinação deve ser feita a partir dos 6 meses de vida. Pessoas com mais de 60 anos que nunca foram vacinadas, o médico deve levar em conta os riscos de eventos adversos nessa faixa etária. Em gestantes, lactantes e pessoas com baixa imunidade a vacina é contraindicada. Pessoas que tiveram febre amarela uma vez, estão imunizadas contra a doença.

 
– Reação à Vacina
A vacina contra a febre amarela pode provoca alguma reação, como desconforto abdmoninal, dor de cabeça e dor muscular, sem grandes proporções. Se houver algum tipo de mal-estar maior, a pessoa deve procurar assistência médica rapidamente.

– Recomendações aos viajantes
Quem vai viajar para o exterior e o país de destino exige a vacinação, o recomendado é tomar a vacina pelo menos 10 dias antes da viagem, já que os os anticorpos protetores aparecem entre sete e dez dias após o contato com o vírus. De acordo com as Regulações de Saúde Internacionais, os países têm o direito de requerer dos viajantes o CIVP (Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia), um documento que é anexado ao passaporte.

 

Sabe-se que as larvas do Aedes aegypti nascem e se criam em água parada. Por isso, evitar esses focos da reprodução é o primeiro passo.Fica aqui algumas dicas para se seguir no dia-a-dia, a fim de evitar contrair a febre amarela urbana (a transmitida pelo mosquito Aedes aegypti): jogue fora pneus velhos; deixe as garrafas viradas com a boca para baixo; não acumule água nos pratinhos dos vasos; lave a vasilha de água do seu pet; feche bem as tampas de caixas d’água, dos lixos e limpe as calhas.

 
Dê atenção à sua saúde. Vacine-se e previna-se.

Comentários 0 respostas

Suas informações